Quatro tons de passaporte

Em um mundo tão vasto, com 196 países contabilizados até o momento, há somente c̶i̶n̶q̶u̶e̶n̶t̶a̶ ̶t̶o̶n̶s̶ ̶d̶e̶ ̶c̶i̶n̶z̶a̶ quatro tons de passaporte. No mínimo peculiar, que esse documento, orgulho de muitos viajantes e símbolo de aventura, seja tão conservador com relação às cores.

Acompanhe no mapa:

8pEDbqd.0
O mundo segundo os passaportes.

Já identificou sua cor? Agora vamos às particularidades de cada uma:

3951b5be5a07ea39708d48595b11acbe

Quero todos.

O QUE VOCÊ VAI VER POR AQUI

1. Vermelho

É a cor dos países membros da União Européia (exceto Croácia – a diferentona) e também a cor mais cobiçada por brasileiros que moram ou querem morar ou tentam morar ou fazem qualquer negócio para morar na Europa.

Com o Brexit, entretanto, especula-se que a Grã Bretanha, que não se mistura com essa gentalha, adotará uma nova cor para romper de vez com a União Européia. Creio que a Rainha Elizabeth (Lilibeth, para os íntimos) não está nem um pouco preocupada com isso, afinal, ela é a única cidadã do mundo que não precisa de passaporte. Chora, sociedade.

Segue um exemplar do atual passaporte britânico:

mr-beans-passport
Independente da cor, certamente a foto 3×4 é o ponto alto de qualquer passaporte.

Os países andinos como Bolívia, Colômbia (Shakira, Shakira), Equador e Peru; que já foram bastante atazanados pelos europeus no passado; também têm os passaportes nesse tom.

Suíça, sempre antenada na moda, optou por combinar o passaporte com a bandeira, vermelho vivo. Acho ousada, afinal a Suíça pode tudo, tem o passaporte mais poderoso da galáxia, permitindo a entrada em 174 países sem requisição prévia de visto. Pintando a capa do meu azulzinho com esmalte vermelho em 4, 3, 2…

2. Azul

Em segundo lugar no quesito popularidade, vem a cor azul, estampando a capa de países que são destinos de lazer, praias e gente linda maravilhosa (Brazil, zil, zil!). Cor de quinze dos países do Caribe (que esfregam aquele mar cristalino na nossa cara) e alguns membros do Mercosul como churrasco e compras Argentina e Paraguai.

antigo_novo
À direita, o novo passaporte brasileiro, que mais parece uma caderneta escolar do jardim de infância. Escondo muito essa capa no aeroporto.

Os Estados Unidos têm um histórico bipolar com capas de passaporte. De 1941 a 1976 mudaram a capa para azul, para celebrar o bicentenário. Já de 1993 a 1994 adotaram verde porque estavam numa pegada ecológica (dados não verificados). Em 1995, voltaram com o azul. Estudos mostram que a qualquer momento podem adotar um rosa choque ou amarelo ovo.

Dentre os passaportes azuis, está o da Nicarágua, que claramente tem mania de perseguição. Com 69 itens de segurança ele é um dos documentos de mais difícil falsificação do mundo. Em cada página há códigos secretos do 007, inúmeras marcas d’água, hologramas e um pit bull acorrentado à contra-capa. Pra que tanta hostilidade, Nicarágua?

3. Verde

Dada a importância da cor verde para o Islamismo, a maioria das nações islâmicas adotam esse tom. Marrocos, Arábia Saudita e Paquistão são alguns exemplos. Variações de verde também são adotadas por alguns estados da África Ocidental incluindo Nigéria e Senegal.

Os passaportes da Jamaica e Holanda não são verdes, para a nossa surpresa.

4. Preto

Sendo a cor que menos suja (como diria minha mãe), estranha-se que o passaporte preto seja o menos comum. Zâmbia, Botswana e Nova Zelândia são alguns dos poucos países que adotaram essa cor. Segundo eles combina com tudo e dá contraste e sofisticação ao brasão. Acho fino.

Outro toque de sofisticação é o passaporte do Vaticano. Além de preto, sempre é emitido para um estrangeiro, uma vez que ninguém nasce no Vaticano. Aliás, nem pagando é possível conseguir um carimbo de turismo. Além disso, o Papa sempre carrega o passaporte número 1.

Conclusão: O Papa e Lilibeth mandam na bagaça toda. Para nós, meros mortais, resta um formulário enorme, uma foto 3×4 e nem mesmo a cor do passaporte podemos escolher (o meu seria laranja). Pelo menos a gente coleciona carimbos… e isso não tem preço.

RESERVE AQUI

Esse post foi útil para você? Que tal fazer as suas reservas com os parceiros do blog?

É a melhor forma de contribuir com o meu trabalho. Eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso.

Obrigadaaaa! Só clicar nos ícones abaixo – e ainda aproveitar descontos exclusivos para você, que apoia o blog.

PLANILHA GRATUITA

CURSO DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Planeje sua viagem em 8 passos e economize até 70%.

Conheça o passo a passo usado por centenas de viajantes para fugir de ciladas turísticas, parar de jogar dinheiro fora e fazer uma viagem autêntica e confortável para qualquer lugar do mundo.

REDES SOCIAIS


Mari Neubra é especialista em Planejamento de Viagem e criadora do Plano V. Pesquisa e produz conteúdo de viagem para a internet desde 2016. Já ajudou milhares de viajantes a ganharem o mundo com confiança e controle financeiro. O Plano V reúne estratégias testadas ao longo desses anos em mais de 25 países.