Onde ficar em Lisboa: hotéis e melhores bairros

Onde ficar em Lisboa

Desde que me mudei de mala e cuia para Lisboa recebo mensagens de parentes, amigos, amigos de amigos e até daquele primo do vizinho do cunhado de alguém que eu não conheço que está planejando uma viagem para Portugal.

Em 90% dos casos esse viajante quer saber onde ficar em Lisboa, o que fazer em Lisboa, o que comer em Lisboa, se ele deve se mudar para Lisboa (oi?), o que tô fazendo em Lisboa… sim, o povo é curioso! Se deixar o papo vira uma sessão de “como eu vim morar em Portugal”, socorro! Inclusive já falei muito sobre isso no Youtube, veja aqui.

Pois bem, depois de olhar no Google muita pesquisa, conversa com outros viajantes e até me hospedar em alguns dos locais abaixo, compartilho aqui uma belíssima seleção que vai desde de hotéis baratos em Lisboa até experiências pra quem gosta de ostentação.

Como sou exagerada ainda dou dicas sinceras do que fazer nas proximidades de cada hospedagem. É bom ou não é?? Assim quando essa gente toda me me mandar mensagem perguntando onde se hospedar em Lisboa eu só envio o link e ainda divulgo meu blog! #souesperta

Vamos então às minhas recomendações dos melhores bairros e melhores hotéis em Lisboa para cada tipo de viajante:

Chiado

Uma ótima opção para quem quer viver a Lisboa vintage de Fernando Pessoa, visitar a Bertrand – a livraria mais antiga do mundo – e conhecer as inúmeras lojas com história no bairro. De quebra ainda temos o som das dezenas de músicos de rua que acham que o Chiado é o palco do The Voice.

Ah, sim… não vamos esquecer daquele ponto turístico em Lisboa que tem uma fila interminável: O Elevador Santa Justa. Não entre nessa fila, é uma cilada, Bino! Se quiser visitá-lo, vá até o Convento do Carmo e visite o topo do elevador sem ter que esperar.

Chiado Arty Flats

  • apartamentos e estúdios com ar condicionado, alguns com varandas e/ou vista para a cidade
  • fotos de grafitis do Bairro Alto nas paredes e barris metálicos transformados em lavatórios e mesas
  • máquina de café da Nespresso em todas as acomodações
  • é possível cozinhar as suas próprias refeições no estúdio ou apartamento

FAÇA SUA RESERVA

Baixa

Caminhar, andar de bicicleta ou mesmo de patinete pela beira do Rio Tejo é a coisa mais relaxante que você vai fazer em Lisboa. Outra dica é se jogar no rio e fazer um passeio de veleiro com o seu amor para ver o pôr do sol.

Veja mais detalhes desse passeio aqui.

A Baixa também é para aqueles que amam um tour gastronômico, há mais de 23637 restaurantes tradicionais portugueses e o dobro de garçons te parando na rua para mostrar o menu. Se quiser fugir deles recomendo tomar todas visitar o Museu da Cerveja, que fica na Praça do Comércio.

 Lx Boutique Hotel

  • andares temáticos
  • vistas únicas sobre Lisboa e o Rio Tejo
  • algumas unidades têm uma área de estar e/ou refeições
  • kitchenette equipada com máquina de lavar louça, forno e máquina de café

FAÇA SUA RESERVA

 

Alfama

Alfama airbnb
Perca-se pelo labirinto que é Alfama. | Imagem de Rudy and Peter Skitterians por Pixabay

Alfama é um dos bairros mais autênticos de Lisboa. É naquelas ruelas com cheiro de sardinha assada e roupa lavada que eu recomendo que você se perca. Ouça um fado, converse com um alfacinha (como são chamados os Lisboetas) e beba uma Ginjinha de Alfama no copo de chocolate. Se for fazer esse rolê, me chame! Adoro!

Saiba mais sobre as noites de fado aqui.

Alfama Nest

  • cada unidade inclui um sofá e área de estar
  • cozinha bem equipada com uma área de refeições 
  • micro-ondas, frigorífico, chaleira e máquina de café 

FAÇA SUA RESERVA

Bairro Alto

“Hoje a jiripoca vai piar, vai…” É no Bairro Alto que a jiripoca pia! Nessas ruelas do centro histórico do século XVI encontra-se a maior concentração de bares por metro quadrado da Europa. Pubs, bares cubanos, restaurantes mexicanos, clubes de blues, casas de fado…no Bairro Alto há de um tudo. Há também cerveja a 1 euro e portanto estudantes e turistas empenhados em passar por todos os bares em uma noite só.

Atazanados na noite do Bairro Alto.

Selina Secret Garden

  • é possível ficar hospedado em uma variedade de acomodações, desde apartamentos e estúdios a quartos duplos
  • cozinhas compartilhadas totalmente equipadas
  • decoração descolada
  • eventos de networking
  • piscininha, amor
  • bar para tomar meus bons drinks

FAÇA SUA RESERVA

Belém

Eu sei que você ouve o nome desse bairro, pensa nos Pastéis de Belém pois é unha de fome e já conclui que esse é o melhor bairro para ficar em Lisboa.

Acalme-se criatura, Belém não é só para os gulosos mas também para aqueles viajantes que adoram parecer cultos e não resistem à um museu. Bem ali você encontra vááários deles, dá pra ir em um museu por dia. Anota aí os meus favoritos: Museu dos Coches, Museu Coleção Berardo, Museu de Marinha e MAAT. Não podemos deixar de fora outros dois monumentos que todo turista ama: a Torre de Belém e o Padrão dos Descobrimentos.

Compre aqui o Lisboa Card e entre em mais de 20 museus de graça

Altis Belem Hotel & Spa

  • 5 estrelas
  • à beira do Rio Tejo
  • restaurante com estrela Michelin
  • piscinas interiores e exteriores
  • um spa e um deck para banhos de sol

FAÇA SUA RESERVA

Avenida da Liberdade

Primeiramente mostrar que você é a cara da riqueza. Nessa avenida elegantésima há as principais boutiques do mundo nas quais você vai poder usar seu cartão de crédito sem limites à vontade. Ali há também o concorrido Hard Rock Café e dois ascensores que te levam ao Jardim do Torel e ao Miradouro São Pedro de Alcântara.

Aos domingos os viajantes vintage podem se esbaldar na feira de antiguidades que se instala próximo ao cinema São Jorge que por sua vez também é velho pra cacete vintage.

Valverde Hotel

  • 5 estrelas
  • pátio com uma pequena piscina
  • mobiliário sofisticado e funcional e objetos dos anos 50
  • suites com uma máquina de café Delta
  • jantares temáticos com fado, jazz e bossa nova no Restaurante e Pátio Sitio Valverde

FAÇA SUA RESERVA

Príncipe Real

Nem preciso dizer que esse é um bairro princeso, coincidentemente amado pela comunidade LGBT. Já foi eleito o melhor lugar para se hospedar em Lisboa.

Por lá você encontra várias galerias de arte, bistrôs e algumas atrações gastronômicas imperdíveis como o Tapisco, a Embaixada, o Doce Real e mais recentemente quem chegou chegando foi o restaurante de Jamie Oliver, Jamie’s Italian.

Depois dessa comilança toda sugiro descansar no Jardim do Príncipe Real ou visitar o Museu de História Natural de Lisboa que ficam no coração do bairro.

Próximo ao Memmo Príncipe Real você encontra essa vista.

Memmo

  • vistas panorâmicas da cidade
  • terraço em alguns quartos
  • produtos de higiene pessoal premium da marca Hermés
  • Restaurante Café Principe serve pratos portugueses e internacionais com influências brasileiras, africanas e asiáticas
  • mobiliário vintage clássico

FAÇA SUA RESERVA

Praça do Comércio

Como o nome já diz: é uma região perfeita para se jogar no comércio. Há grandes marcas como Zara, H&M mas há também uns vendedores ambulantes de brinquedos aleatórios. Não há nada que você não encontre na Rua Augusta.

Se quer fugir do comércio, vá para as margens do Tejo e assista um pôr do sol de cair o queixo.

A outra vantagem é estar perto dos pontos turísticos mais famosos de Lisboa.

Yes! Lisbon Hostel

  • festas quase todas as noites
  • desconto em cervejas
  • atrai viajantes ecléticos
  • uma cama disponível para quem toma todas e não consegue chegar ao quarto (sério)
  • bar aberto até tarde

FAÇA SUA RESERVA

Pink Street

Eiiita! É ali que a noitada pega fogo. Há bares de strip tease, música eletrônica e todo o tipo de maluquice e drinks fluorescentes que a turma da despedida de solteiro adora.

Se você quiser aproveitar a Pink Street em um clima mais aconchegante, tem que tomar seus bons drinks na Pensão Amor, um prédio icônico com vários ambientes e decoração de bordel – isso mesmo. Não há quem não se surpreenda ao adentrar nessa pérola da noite lisboeta.

Hall Chiado Pink Street

  • segue o conceito de que não é um hotel mas uma extensão da sua casa
  • não há check-in ou check-out, um local irá recebê-lo
  • decorado com azulejos antigos, pavimentos de cortiça e mobiliário de madeira

FAÇA SUA RESERVA

Castelo

“Visitar o Castelo de São Jorge”, eles disseram. Devo confessar que a vista é linda e os jardins são um charme mas…se você espera ver um castelo de fato, infelizmente nesse castelo não há nada além de muralhas. #ficaadica Há entretanto pavões lindos que ficam berrando na cabeça dos turistas porque eles não são obrigados.

O que fazer então? Visitar o Chapitô, uma escola de circo que tem um restaurante incrível com vista panorâmica. Comer o melhor pastel de nata de 2019 na Pastelaria Santo Antônio. Perder-se pelas ruelas desse bairro medieval e ficar boquiaberto com os miradouros de Santa Luzia (o mais romântico de todos) e Portas do Sol.

Solar do Castelo

  • pátio interior de uma mansão do século XVIII
  • hotel ecológico
  • fica dentro das muralhas do Castelo de São Jorge
  • quartos com vidros duplos

FAÇA SUA RESERVA

Cais do Sodré

Comece sua viagem pelos inúmeros stands de comida do Time Out Market e depois caminhe até Santos, um bairro super descolado às margens do Tejo. Se for à Santos faça-nos o favor de tomar o melhor sorvete do universo no Davvero Gelato.

Se você é rato de praia, é da estação Cais do Sodré que partem os trens para as praias mais próximas de Lisboa. Inclusive, se não souber o que fazer em Lisboa em 3 dias de verão recomendo fazer surf em Carcavelos, mergulho no Estoril e stand-up paddle em Cascais. Roteiro mais praiano impossível!

Do Cais do Sodré é possível, aliás usar todos os tipos de transporte público: desde o famoso elétrico até a balsa para travessar o rio.

Boho Guesthouse – Rooms & Apartments

  • ideal para se hospedar em lisboa com família
  • quartos ou apartamentos com banheiro compartilhado e área de estar
  • cozinha de uso comum 

FAÇA SUA RESERVA

Marquês de Pombal

A Praça Marquês de Pombal é o centro financeiro da cidade e onde todo mundo que vai fazer um curso, workshop ou conferência no centro de Lisboa se hospeda. Dali é possível pegar um metrô para qualquer bairro ou simplesmente curtir o Parque Eduardo VII e a Avenida da Liberdade.

Dom Carlos Park

  • decoração moderna
  • quartos espaçosos e confortáveis
  • bom custo para viagem de negócios ou férias
  • café da manhã com o melhor da pastelaria portuguesa
  • veja no Instagram (@viajantesincera) como foi a minha estadia no Dom Carlos Park

FAÇA SUA RESERVA

São Sebastião

Curtir as melhores áreas verdes de Lisboa: o parque Eduardo VII, a Estufa Fria e o maravilindo jardim do Museu Calouste Gulbenkian. Sério, que lugar incrível!

Se consumismo é o seu nome, vá para o El Corte Inglés, a galeria de compras mais elegante da cidade. No último piso há um complexo de restaurantes dos chefs mais famosos de Lisboa. Só vai!

Zenit Lisboa

  • quatro estrelas
  • renovado recentemente
  • quartos simples e modernos
  • restaurante internacional
  • bar aberto até tarde para cocktails

FAÇA SUA RESERVA

Picoas

O que me encanta em Picoas é a mistura do Brasil com o Egito antigo e do novo. Ao mesmo tempo que você encontra um edifício da Rede Globo – a gente vê por aqui,  encontra também uma estação de metrô de 1959 que é uma réplica do metrô de Paris. Très chic! O bairro é charmoso! Há arte de rua pra todo lado é impossível não sair fotografando tudo – os instagrammers piram.

Outra dica é jantar em um dos inúmeros restaurantes internacionais espalhados pela Avenida Duque de Loulé. Anota aí os mais badalados: Dona Beija (comida brasileira maaara), Ajitama (japonês), Segredos de Goa (indiano) além do português tradicional com bom preço O Cacho Dourado.

Hostel Nomad 64

  • o hostel em Lisboa com as melhores avaliações no Booking
  • café da manhã continental incluído
  • banheiro partilhado com produtos de higiene gratuitos e secador de cabelo
  • veja aqui o vídeo que gravei no Nomad 64 – cenas fortes de uma criatura malhando em um hostel

FAÇA SUA RESERVA

Alvalade

Alvalade é um bairro autossuficiente. Desde cinema de rua até boas opções de restaurantes, livrarias e lojas você encontra nas adjacências. Há metrô, trem, ônibus, bicicleta…McDonald’s…não, péra!

Por ser um bairro residencial, você vai saber como os lisboetas de fato vivem ao mesmo tempo que foge do vuco-vuco das áreas turísticas. Uma boa para quem quer visitar Lisboa para saber como é morar na cidade.

Falando nisso, veja como fugir de ciladas turísticas nas minhas dicas de lisboa.

Lutecia Smart Design Hotel

  • um dos hotéis 4 estrelas mais baratos de Lisboa
  • 175 quartos com isolamento acústico e vista panorâmica
  • restaurante de fusão das culinárias portuguesa e indiana

FAÇA SUA RESERVA

Reservas em Lisboa

Já tem tudo o que precisa para sua viagem para Lisboa? Faça suas reservas por aqui e ajude o blog a crescer!

Toda vez que você faz uma reserva por qualquer link do blog, você me ajuda a continuar escrevendo esse monte de conteúdo gratuito para facilitar a vida dos viajantes. O valor é pra vocês é o mesmo, a diferença é que eu recebo uma pequetita comissão, e assim como de grão em grão a galinha enche o papo, de comissão em comissão eu pago meus boletos.

Muiiiiiito obrigada!







Até o próximo post!

Mari
@viajantesincera

RESERVE AQUI

Esse post foi útil para você? Que tal fazer as suas reservas com os parceiros do blog?

É a melhor forma de contribuir com o meu trabalho. Eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso.

Obrigadaaaa! Só clicar nos ícones abaixo – e ainda aproveitar descontos exclusivos para você, que apoia o blog.

PLANILHA GRATUITA

CURSO DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Planeje sua viagem em 8 passos e economize até 70%.

Conheça o passo a passo usado por centenas de viajantes para fugir de ciladas turísticas, parar de jogar dinheiro fora e fazer uma viagem autêntica e confortável para qualquer lugar do mundo.

REDES SOCIAIS


Mari Neubra é especialista em Planejamento de Viagem e criadora do Plano V. Pesquisa e produz conteúdo de viagem para a internet desde 2016. Já ajudou milhares de viajantes a ganharem o mundo com confiança e controle financeiro. O Plano V reúne estratégias testadas ao longo desses anos em mais de 25 países.