Roteiro completo e dicas para curtir Malta sem tretas

Roteiro completo com dicas de hospedagem, clima, tours e ciladas para evitar durante sua viagem à Malta, Gozo e Comino.

Você disse “roteiro em Malta”? Siiiiiim! Estive nesse paraíso e agora trago um itinerário espetacular com o que visitar em Malta em 5 dias mas já posso adiantar que inclui sol, mar, barquíneos, comilança e meus bons vinhos. #óbvio

As minhas expectativas para essa viagem a Malta eram muito altas. Primeiramente porque a ilha fica bem no meio do mar mediterrâneo e eu só pensava em seu límpido mar azul turquesa mergulhar. Segundo porque alguns amigos já tinham ido fazer intercâmbio em Malta e voltaram maravilhados.

É claro durante os meus dias na ilha passei alguns perrengues. Naquele paraíso? Sim, sim, salabim! Ora, mas não se preocupe,  nesse post vou contar tudinho para que a sua experiência seja 99% ostentação e apenas 1% tretas.

Onde ficar em Malta

Vamos falar de opções para todos os tipos de viajantes porque somos democráticos. Essas são minhas recomendações de hospedagem em Malta de acordo com o nível de pão-durice do viajante:

Hostels com melhores avaliações no Booking: Boho Hostel | Inhawi Boutique Hostel | Salsa & Samba Hostel

Melhores hotéis em Malta com bom custo-benefício: Holiday Inn Malta | Palazzo Violetta | Juliana Boutique Living

Hospedagem Ostentação: Domus Zamitello | Radisson Blu Resort & Spa | Corinthia Palace Hotel

Apesar da ilha ser pequena, a localização do seu hotel pode ser decisiva, especialmente se você estiver sem carro, como foi o nosso caso. Por isso, dê uma olhada no mapa de Malta. Eu recomendo Valleta, Vittoriosa, Senglea e Cospicua (As Três Cidades), St Julian’s ou Sliema.

Outra dúvida comum é quantos dias ficar em Malta. Com 3 dias em Malta você vê o essencial mas eu diria que um roteiro de 4 dias é o ideal; eu fiquei 5 porque sou exagerada.

O que fazer em Malta em 1 dia: Explorando a velhice da capital Valetta

  • Forte de São Elmo
  • Grand Master’s Palace
  • Upper Barraka Gardens
  • St. Jonh’s Co-Cathedral
  • Valetta Waterfront

Valetta tem uma história riquíssima e por isso mesmo vale muito a pena fazer um tour guiado pelas ruelas da capital de Malta. Por apenas 20 euros um guia local te conta tudinho que já aconteceu por lá. Faça aqui a sua reserva.

Caso você queira só bater perna e bater foto, segue o roteiro a seguir que é sucesso.

Forte de São Elmo é aquele que a gente tem que visitar só porque a vista é magnânima mesmo, tão magnânima quanto sino enorrrrme que bate lá no Forte. #sinodeBelém De lá já pode seguir para o Grand Master’s Palace, essa lindeza:

roteiro Malta
Malta é famosa por suas sacadas de madeira ex-clu-sivas.

Nesse palácio você encontra a maior das maiores de todas as sacadas maltesas. Aliás Valleta é um “prato cheio” pra quem quer fotografar as portas e sacadas coloridas. Prepara a câmera que vai ter chuva de posts! #instragrammer

Falando nisso, acompanhe minhas viagens em tempo real: @viajantesincera

Outro ponto altamente instagramável é o Upper Barraka Gardens que mais parece aqueles jardins da fofoca de Game of Thrones. Ideal para tomar um café e contemplar a enxurrada de turistas chegando nos cruzeiros. #momentotitanic

Ainda por ali há a Sr John’s Co-Cathedral. Há duas pinturas de Caravaggio nessa catedral. Vi filas e filas mas não entrei porque prefiro nadar.

Depois de badalar pelo centro histórico, comer, comprar souvenirs e fazer 345 fotos, minha dica é comprar um vinho, queijos e as maravilhosas azeitonas maltesas, sentar-se e ver o pôr do sol em Valetta Waterfront. Na verdade o sol se põe para o outro lado, mas o visual é lindo mesmo assim.


O que fazer em Malta em 2 dias: Piscina e barcos coloridos em Marsaxlokk

  • St Peter’s Pool
  • Marsaxlokk

O primeiro passo é pegar um ônibus até Marsaxlokk alok que é uma vila de pescadores lindíssima. Você pode optar pelo transporte público que é uma lerdeza ou comprar um bilhete daquele ônibus turístico, o famosos Hop-on Hop-off. Veja aqui os valores.

Marsaxlokk
Aos domingos rola um mercado nessa orla que vende várias delícias maltesas.

De Marsaxlokk você vai fazer uma trilha de uns 30 minutos até esta piscina:

roteiro Malta

Sorriso gélido de quem não vai pular.

Só pula! Para passar umas horas lá, leve água, snacks, um frango, farofa e tudo mais o que quiser. Não há ambulantes vendendo biscoito Globo e mate Leão nessas bandas. #quero

Voltando à Marsaxlokk é hora de apreciar o colorido dos barcos maltecas  Daí você senta em um dos restaurantes, pede meus bons vinhos e desfruta dessa buniteza. Aos domingos há um mercado que é muito autêntico.


O que fazer em Malta em 3 dias: Vários minutos de silêncio em Mdina

  • Mdina
  • Fábricas de vidro
  • Dingli Cliffs
  • St Julians

Mais um busão te leva até Mdina, a cidade silenciosa – nada de sair falando brasileiramente alto. Há placas pra todo lado mandando você calar a boca.  #naoconsigo Há visitas guiadas por Mdina também, veja aqui o percurso e os valores.

Mdina Malta Roteiro 5 dias
Mdina é toda trabalhada nos tons pastéis.

Ali mesmo você vai ver inúmeras fábricas de vidro, belas e cheias daqueles objetos pra cristaleira de vó.

Para finalizar esse dia de meditação forçada a dica é ir para os Dingli Cliffs, agora sim, o pôr do sol mais famoso de Malta. Não fui porque estava sem carro e aí não rolou mas todo mundo odeia o Chris recomenda. #arrependida #sim #muito Não repita esse erro, veja aqui o quanto é acessível alugar um carro em Malta ou ainda faça um tour de segway para Dingli.

Volte para a civilização e vá curtir a noite St Julians. As luzes refletem na água e fica tudo lindo.


O que fazer em Malta em 4 dias: Das Cavernas à Popeye Village

  • Blue Grotto
  • Melieha
  • Popeye Village

A Blue Grotto é mais uma das atrações imperdíveis que eu perdi. Resumidamente eu fui até lá mas a maré e o vento estavam possuídos pelo ritmo da ragatanga e não se via a belíssima gruta azul no mar. #ranço É possível conhecê-la de barco, do alto do precipício ou das filmagens de um drone que eu não tenho porque falta-me orçamento. #epatrocinio Fica a 20 minutos de carro ou 1 hora de busão de Valleta.

Se o tempo colaborar – vai sim, estou na torcida – a próxima parada do meu roteiro Malta é Melieha, onde há praia e muitas escolas de mergulho.

Finalizamos esse dia praiano cantando “Eu sou o marinheiro Po-peye!” na Popeye Village, local onde filmaram o longa metragem há mil anos atrás. #fofo Não fui.

popeye village malta
Parece um cenário de filme, e é!

O que fazer em Malta em 5 dias: O mais esperado

  • Cirkewwa
  • Gozo
  • Citadella
  • Blue Hole
  • Azure Window Memorial
  • Ramla Bay
  • Blue Lagoon Comino

Partiu Gozo e Comino! Para chegar lá tem que se pegar uma balsa no extremo oeste da ilha, em Cirkewwa. Depois da balsa, alugue um carro e vá explorar. Suba à Citadella pra ver a ilha toda. Coma o pasticci, um pastel local. Falei dele aqui.

Leia mais: Explorando Gozo de quadriciclo 

Antes de dar aquele tchibum ainda vamos conhecer Dwejra onde há a Blue Hole e outrora havia a Azure Window. Aqui também foi filmado o episódio do casamento da mother of dragons de Game of Thrones. #surtei

Fellipe e eu sentados como Danaerys e Kal Drogo. #identicomasnemumpouco

A Azure Window foi dessa pra melhor #rip mas dá pra ver ainda o Blue Hole que é praticamente uma piscina infinita de hotel 5 estrelas rústica. Se a correnteza estiver sussa você ainda dá um mergulho e faz fotos divas naquela boia de flamingo. #mara

0 pessoas na água.

Ainda por ali, procure Ramla Bay onde   há uma caverna lá no alto daquele morro. Olha essa vista, Braseeel!

Plenitude azul.

Agora não me pergunte o nome da caverna nem do cara que me levou lá – até porque em maltês me complica. Eu desenrolei tudo no hostel e sugiro que você faça o mesmo. #sousincera

Comino e Blue Lagoon fi-nal-men-te! As atrações que eu queria curtir desde o minuto que cheguei no aeroporto mas que devido ao vento e maré escrota tive que deixar pro final quando Poseidon se acalmou.

Há uns barquinhos que saem de Gozo para Comino e te largam de boa na lagoa por umas 4h. Só se deliciar!

roteiro malta
Tem vida mais barata mas não presta.

Mais atrações turísticas em Malta

Uma das coisas que você não pode deixar de fazer em Malta é um passeio de barco pelo mediterrâneo. Há opções com almoço, jantar, bebidas, pôr-do-sol e o que mais você imaginar. Um luxo só!

Eu selecionei alguns dos mais populares vendidos pela GetYourGuide, que é a minha parceira aqui no blog. Você compra o passeios online e chegando lá basta mostrar a reserva no celular e desfrutar de momentos aquáticos.

Veja aqui alguns passeios que eu já fiz com a GetYourGuide.

Prepare-se para viajar para Malta

Quando se fala de viagem planejamento é tudo, né, non? Por isso mesmo preparei um guia com tudo o que você deve saber antes de embarcar nessa aventura malteca. Está tudo no vídeo abaixo – Deus me livre escrever isso tudo.

Reservas para sua viagem à Malta

Toda vez que você faz uma reserva por qualquer link do blog, você me ajuda a continuar escrevendo esse monte de conteúdo gratuito para facilitar a vida dos viajantes. O valor é pra vocês é o mesmo, a diferença é que eu recebo uma pequetita comissão, e assim como de grão em grão a galinha enche o papo, de comissão em comissão eu pago meus boletos.

Muiiiiiito obrigada!







Até o próximo post!

Mari
@viajantesincera

RESERVE AQUI

Esse post foi útil para você? Que tal fazer as suas reservas com os parceiros do blog?

É a melhor forma de contribuir com o meu trabalho. Eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso.

Obrigadaaaa! Só clicar nos ícones abaixo – e ainda aproveitar descontos exclusivos para você, que apoia o blog.

PLANILHA GRATUITA

CURSO DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Planeje sua viagem em 8 passos e economize até 70%.

Conheça o passo a passo usado por centenas de viajantes para fugir de ciladas turísticas, parar de jogar dinheiro fora e fazer uma viagem autêntica e confortável para qualquer lugar do mundo.

REDES SOCIAIS


Mari Neubra é especialista em Planejamento de Viagem e criadora do Plano V. Pesquisa e produz conteúdo de viagem para a internet desde 2016. Já ajudou milhares de viajantes a ganharem o mundo com confiança e controle financeiro. O Plano V reúne estratégias testadas ao longo desses anos em mais de 25 países.